Para além da cafeína: Existem outros alimentos que podem prejudicar o sono?

http://cuidadospelavida.com.br/cuidados-e-bem-estar/alimentacao/para-alem-da-cafeina-existem-outros-alimentos-que-podem-prejudicar-o-sono
 

O café é famoso por roubar o sono de algumas pessoas, mas existem outras comidas e bebidas que podem ter um efeito similar. As substâncias que atrapalham um bom descanso podem estar onde a gente nem imagina, desde o doce preferido até aquela taça de vinho que todo mundo diz que ajuda a dormir.

Conheça as principais substâncias responsáveis por tirar o sono depois da cafeína

O primeiro passo para não sabotar o próprio sono é saber que a cafeína não está só no café, mas que ela também aparece em refrigerantes de cola e alguns chás, como o preto, o verde e o mate. Se, além de tomar essas bebidas à noite, você ainda costuma comer um chocolate, a sua noite de descanso pode estar sob ameaça. “O chocolate possui outra substância estimulante que dá um reforço à cafeína, a teobromina, encontrada em chocolates escuros”, revela o neurologista Shigueo Yonekura. Confira agora outros alimentos que prejudicam o sono:

– A carne vermelha deve ser evitada à noite porque tem um processo de digestão mais lento e pode causar desconforto na hora de dormir. Além disso, o alimento aumenta a quantidade de um aminoácido chamado tirosina, que induz o estado de alerta.

– A bebida alcoólica pode até favorecer o início do sono, mas o descanso será de baixa qualidade.

– Os queijos envelhecidos, como gouda e parmesão, são ricos em tiramina, um aminoácido que estimula o sistema nervoso central.

– Evite ingerir alimentos condimentados, como molhos gordurosos e temperos fortes.

– Energéticos, anfetamínicos e a nicotina também são conhecidos inimigos do sono.

Saiba a que horas fazer a sua última refeição antes de dormir

Para ter uma boa noite de sono, é preciso prestar atenção não só no que se come, mas a que horas vai aquilo vai ser ingerido. Yonekura diz que não precisa chegar ao extremo de cortar o jantar, mas que o horário dele deve ser sempre pensado. “O jantar pode permanecer porque o corpo também queima calorias durante o sono e precisa de nutrientes para manter as funções vitais à noite”, explica o neurologista. “O ideal é jantar cerca de três a quatro horas antes de ir para a cama”, revela o especialista em sono.

Para o menu, o neurologista aconselha comer saladas cruas e legumes cozidos, cereais integrais e proteínas magras em pequenas quantidades. São alimentos leves e livres de gordura que vão ser bem digeridos pelo organismo, permitindo uma noite de sono tranquila.

Conheça os alimentos mais indicados para ingerir logo antes de ir dormir

Para quem tem problemas em pegar no sono, o neurologista revela que aquele tradicional copo de leite morno pode realmente ajudar. “O alimento possui o triptofano, que é um precursor de serotonina, um neurotransmissor que está fortemente associado ao relaxamento profundo”, revela. Outra ótima alternativa são os chás de efeito calmante, como os de erva- cidreira, camomila e erva-doce, que também auxiliam na chegada do sono..