Não consegue dormir no avião? Dicas podem te ajudar a driblar o problema

http://viagem.uol.com.br/listas/nao-consegue-dormir-no-aviao-dicas-podem-te-ajudar-a-driblar-o-problema.htm

Do UOL, em São Paulo

19/01/201617h37

Posição desconfortável, temperatura baixa, iluminação excessiva, avisos dos comissários e turbulência. Tudo isso atrapalha o sono e faz com que você chegue mais cansado ao destino final.

UOL separou algumas medidas que podem ajudá-lo a relaxar nas inevitáveis horas dentro de um avião.

 
Getty Images
Getty Images
Escolha bem o seu lugar
Janela, meio e longe das turbinas. Esses são os pontos que você deve buscar ao olhar o mapa de assentos da aeronave. Sentar ao lado da janela evita aquele possível pedido de passagem para o corredor da outra pessoa, e ainda dá para controlar a luminosidade. Já nos assentos localizado no meio da aeronave você terá a certeza de ficar longe dos banheiros, uma área do avião que é sempre muito movimentada. "Nos voos nacionais, eles ficam no fundo. Já nos internacionais há banheiros na frente e atrás", explica Emerson Amaral, diretor geral da Flytour Viagens. As poltronas que ficam mais distantes das turbinas, sob as asas, também são mais silenciosas.
Ads by DNSUnlockerAd Options
 
Joel Silva/Folha Imagem
Joel Silva/Folha Imagem
Viaje nos melhores horários
Isso varia de acordo com o destino, dia da semana e o seu próprio ciclo de sono. Em voos domésticos para grandes capitais (como São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro) são poucas as chances de você relaxar se escolher um voo de segunda a sexta de manhã ou no final do dia, quando o aeroporto fica lotado de executivos indo e voltando de reuniões. Nesse caso, o melhor é escolher voar no início da tarde. Já em relação aos internacionais, que exigem muitas horas para a locomoção, o horário deve ser escolhido de acordo com o seu ciclo de sono. Embora muitas pessoas prefiram o voo noturno, nem sempre é a melhor opção. "Há quem tenha dificuldade para dormir à noite no avião. Neste caso, é melhor optar por voos diurnos e ter a chance de descansar corretamente noHOTEL mais tarde", diz Luciana Palombini, médica do Instituto do Sono de São Paulo.

Getty Images
Getty Images
Se puder, pague por (um pouco de) conforto
Um voo em classe executiva (com poltronas espaçosas e reclinação de 180°) pode custar o dobro ou o triplo da passagem de classe econômica, mas esta não é a única opção para viajar com menos aperto. Em voos domésticos ou internacionais, há como pagar para ter mais espaço e esticar as pernas. "Basta escolher os assentos especiais, que ficam bem na frente do avião ou no meio, perto da saída de emergência", diz Amaral. A taxa extra varia de acordo com a companhia. "Em um voo para os Estados Unidos, por exemplo, ela custa em torno de US$ 100 (R$ 404, em valores convertidos em 19/01/2016)", diz Amaral.

Getty Images
Getty Images
Monte um kit avião
Nele, devem estar: uma blusa de frio não muito pesada, para proteger-se da baixa temperatura da cabine; máscara de dormir, pois nem todas as companhias oferecem essa conveniência aos passageiros; e protetores auriculares, caso você tenha o sono leve. Almofada para pescoço ou o próprio travesseiro que está habituado a dormir, soro fisiológico e colírio para combater o ressecamento nasal e dos olhos também podem ajudar na hora do relaxamento.

Getty Images
Getty Images
Prefira música, em vez de TV
"A luz da tela pode deixar o cérebro em alerta", explica Shigueo Yonekura, neurologista do Instituto de Medicina e Sono de Campinas e Piracicaba (SP). Por isso, resista aos filmes e séries e vá de música relaxante. Antes da viagem, vale equipar o celular com sons instrumentais ou até mesmo podcasts de meditação, que instruem os ouvintes a desligar-se por alguns minutos, induzindo ao sono.

Getty Images
Getty Images
Dispense as bebidas alcoólicas
Tacinhas de vinho ou copos de uísque não ajudarão você a dormir. Segundo os especialistas, relaxar após ingerir uns bons drinques é uma ilusão, pois o álcool provoca pesadelo, ronco, dor de cabeça, sudorese e, acredite, insônia. Melhor do que uma bebida é programar um dia cheio para antes do embarque, com direito a exercícios físicos. Dessa forma, você chegará bem mais cansado à poltrona do avião. Bebidas com cafeína (café, alguns chás e refrigerantes) também devem ser tomadas só no destino final, para não deixá-lo em alerta.